.

.

22 de fev de 2013

Colocando os pingos nos is.



Passado o dia de ontem (21.02.2013), onde vi e ouvi de tudo um pouco no trabalho, nas redes sociais, nas rádios e na Câmara Municipal, resolvi discorrer um pouco sobre um dos assuntos abordados durante o dia.
Ouvi em uma das rádios locais, uma crítica feita por alguns vereadores de nossa cidade aos "blogueiros da campanha", durante um programa sensacionalista, que criticavam a gestão do ex-prefeito e hoje, não criticam a gestão atual, pelo motivo de que, os tais "blogueiros da campanha", estarem todos contratados pela atual gestão.
Senhores vereadores e a quem interessar, os "blogueiros da campanha", foram blogueiros da verdade e da coragem. Foram pessoas que não se colocaram acima do bem ou do mal, apenas expuseram os fatos de maneira que fez com que parte considerável da população começasse a enxergar a realidade de forma mais crítica. E, de certa forma, hoje vocês como minoria que são, é a prova que deu certo.
Os "blogueiros da campanha", se é assim mesmo que desejem continuar chamando, foram e são pessoas que por não possuírem amarras políticas, entenda-se por rabo preso, com nenhum grupo político de nossa cidade, tinham e ainda hoje possuem total liberdade para discorrer sobre todo e qualquer assunto de maneira crítica expondo aspectos positivos ou negativos, conforme for o caso.
Enganam-se os senhores, quando abrem a boca para falar que tais "blogueiros da campanha" encontram-se todos contratados pela atual gestão. Quem foram contratados não foram os blogueiros e sim, profissionais, capacitados e competentes para desenvolver as atividades para as quais foram contratados, com responsabilidade, lisura e clareza em suas ações.
Também fiquem certos senhores, por mais que teimem em usar a alegativa que alguns desses profissionais em épocas passadas tenham estado do lado que hoje é oposição, essas pessoas são pessoas de bem, esclarecidas e responsáveis o suficiente para mais uma vez mudar de lado, não voltando para o lado de antes, mas criando o próprio lado, caso o atual grupo que hoje fazem parte comece a fazer coisas que não sejam condizentes com o bem comum do nosso município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário