.

.

29 de jan de 2013

Você se Preocupa com seu Network Profissional?


Networking com Pessoas e Contatos 

O desenvolvimento ativo de seu network é uma das atividades mais importantes que você pode fazer por sua carreira e seu negócio.
Sua rede de contatos é provavelmente composta por muitas dezenas, ou até algumas centenas de pessoas. No entanto, estes são somente contatos. Se você não interage com eles de forma regular e inteligente, eles não farão parte de seu network profissional.
Você pode estar pensando: “Ah, mas eu estou muito bem em minha carreira e já tenho alguns contatos importantes que me apoiam”.  Este raciocínio é falho por suas razões:
1. É exatamente quando você está por cima em sua carreira ou negócio que você deve desenvolver seu network. Esta situação permite que você crie relacionamentos mais autênticos, sem ter que pedir nenhum favor. Se você só estabelece contato com as pessoas quando precisa, corre o risco de ser visto como um aproveitador.
2. Mesmo que você já tenha algumas pessoas em seu network que possivelmente possam ajudá-lo a crescer, nenhum de nós sabe que tipo de situações viveremos no futuro. Talvez estes contatos sejam inúteis dependendo das necessidades.  Por isso, quanto mais ampla e variada sua rede, maior sua base de apoio.
Desenvolver seu network é uma tarefa relativamente simples. No entanto, exige algo de organização, disciplina e criatividade.  Suas ações podem se concentrar em 3 frentes:

Organizar o Passado

Resgate aquelas dezenas de cartões profissionais que você guardou em algum (ou em vários) lugares.  Use algum sistema (de preferência usando a tecnologia a seu favor), para cadastrar os dados das pessoas que você já conheceu.  Tente registrar também como conheceu a pessoa, se lembra de algo interessante que ela lhe contou ou qualquer outra informação importante sobre o contato.
Neste momento, aproveite também para identificar qual a presença online deste contato (perfis em redes sociais, websites pessoais ou profissionais, etc.).
Ao organizar seu passado de contatos, você criará uma base de dados estruturada que servirá para que suas ações de networking não sejam aleatórias e ineficientes.

Aproveitar o Presente

Adote práticas para que você não perca mais oportunidades de estabelecer bons contatos profissionais.  Sempre que conhecer alguém novo, ou tiver a oportunidade de conversar com calma com algum contato antigo, aproveite para conhecer sua carreira, seus interesses e seu perfil.   Use o sistema que adotou no item anterior para registrar a memória destes contatos.
Estabeleça uma agenda pessoal para manter algum contato com as pessoas de seu network.  A periodicidade, a forma (presencial, eletronica, etc.) e os temas da comunicação serão diferentes para cada pessoa.  O importante é manter o bom senso para que a comunicação seja natural e confortável para ambos.

Plantar Sementes para o Futuro

Uma das melhores formas de desenvolver seu network é ajudando as pessoas.  Se você fez os dois passos anteriores corretamente, estará em posição para plantar sementes que estreitam os relacionamentos.   Isto envolve desde mensagens em datas-chave até ajudando-os em diversas situações.
Esta “ajuda” pode estar nos pequenos detalhes.   Por exemplo, você pode recomendar fontes de informação na internet alinhadas com os interesses da pessoa.  Neste sentido, é importante ter em mente duas regras:  (1) não exagere na dose, ou parecerá que você está perseguindo seu contato, e isto o deixará incomodo, e (2) não importa o tamanho da ajuda, e sim o ato de contribuir positivamente de forma desinteressada.
Lembre-se que a personalização da mensagem é fundamental. Ao invés de mandar uma mensagem padrão de “Feliz Aniversário” ou “Boas Festas” a todos que você conhece, adapte sua comunicação para que cada um perceba que você realmente estava pensando nele no momento de escrever.
Networking é um trabalho lento e gradual.  Os resultados não acontecem do dia para a noite, e estes muitas vezes chegam da forma que menos esperamos.  Por isso, é fundamental iniciar já e inserir estas ações no seu dia a dia.

Por Luiz Paiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário