.

.

18 de jan de 2013

Fazer o que ama ou amar o que faz?


Muitas pessoas dizem ser felizes porque realizam ou fazem aquilo que mais amam. Isto na área do lazer, profissional, social o qualquer outro. Existem alguns que são tipificados como alguém que morreram fazendo o que mais amava. Para muitas pessoas o mais importante na vida é fazer aquilo que ama, e inegavelmente é maravilhoso, traz satisfação pessoal e até mesmo em algumas situações para outras pessoas. 

Mas nem todas as pessoas conseguem no seu dia a dia realizar aquilo que mais ama ou “deseja”, então, só lhe resta um consolo aprender a amar o que faz. Para mim esta é a situação onde alguém consegue valorizar mais intensamente a sua vida e consequentemente vive-la no intuito de buscar a razão da sua vida.

Quantas pessoas hoje estão em uma área profissional que a princípio não era o seu grande negócio de vida, mas aos poucos percebeu que os caminhos da vida são difíceis e quando não conseguimos fazer o que amamos, temos como amar o que fazemos.

Outro dia eu estava dentro do carro parado na rua porque o caminhão da limpeza urbana estava recolhendo o lixo. E fiquei alguns minutos observando como que aquelas pessoas de maneira ágil transportavam os containers de lixo e os jogava no caminhão.  Percebi uma coisa, ou melhor, duas importantes: era uma equipe que mesmo em um trabalho pouco valorizado, mal remunerado, insalubre faziam com prazer. Talvez você me diga que prazer eles tinham porque ninguém gostaria de trabalhar desta maneira, mas quando as necessidades da vida nos levam a situações difíceis não adianta viver lamentando, tendo atitudes ilícitas o que mais precisa ser feito é aprender a amar o que está fazendo e quando isto acontece, não importa o que está sendo feito, será feito com excelência.

Amar é resultado de uma decisão e não de uma satisfação. Amar é uma atitude de fé  – conquistar coisas que não se veem,  palpar o impalpável, atingir o inatingível.

Portanto o primeiro passo para uma grande mudança em sua vida é decidir amar – na sua família os relacionamentos vão melhorar quando você decidir amar o seu esposo (a), filho (a) e até os sogros e outros parentes. Quando acordar é está decidido que seu trabalho estará sendo feito com prazer e vai se alegrar porque outros estarão sendo beneficiados com suas obras – isto é o resultado do amor.

Deixe o passado, viva para o futuro brilhante que Deus preparou para você – Ame!

Obs.: Eu falei que percebi outra coisa: em plena campanha de consciência de coleta seletiva via os containers com todos os tipos de lixos – orgânicos, recicláveis e tóxicos.  Até para jogar fora o lixo é necessário fazer com amor.

Um abraço e que Deus lhe abençoe.

Autor: Marcos Paiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário